Novidades Zon

Momento de repensar as embalagens de alimentos

Beatris Scomazzon

e-mail: design@zondesign.com.br

02.08.2022

Você é aquela pessoa que lê os rótulos dos produtos, as datas de validade e todos os detalhes?
Pois preste atenção: a partir de outubro de 2022, as indústrias alimentícias terão que se adequar às novas regras de rotulagem nutricional, conforme recente portaria da Anvisa. O objetivo é facilitar a compreensão das informações nutricionais, para auxiliar o consumidor a realizar escolhas alimentares mais conscientes.

Além de mudanças na tabela de informação e nas alegações nutricionais, a novidade será a adoção da rotulagem nutricional frontal – símbolo informativo que agora deverá constar no painel da frente da embalagem. A ideia é mostrar, de forma clara e simples, o conteúdo de nutrientes que têm relevância para a saúde. Além dos ingredientes, prazo de validade e informações nutricionais, alguns itens ganharão uma lupa: a quantidade de açúcares adicionados, gorduras saturadas e sódio. As empresas não poderão usar, nos rótulos, palavras e informações falsas ou que induzam ao erro.

Mas o fato é que as embalagens não cumprem apenas a importante função de proteger e informar sobre os produtos. Elas têm um papel mais amplo, aquele de também passar o valor da marca e todas as mensagens subliminares nela envolvidas, como transmitir a confiabilidade dos produtos que estamos comprando.

A embalagem é o principal meio de comunicação entre a empresa e o consumidor.
Tem que ser estratégica, atraente, prática e ajudar na fidelização do cliente. Com um trabalho de branding bem-feito, é possível perceber a seriedade da empresa que está por trás da mercadoria, a confiabilidade que ela passa, a preocupação com a preservação do planeta, etc.

Por isso é importante ter uma estratégia clara em relação à mensagem que a empresa quer passar por meio desse “vendedor oculto”.
As indústrias de alimentos devem aproveitar essa hora, já que as novas diretrizes vão alterar o layout, é uma importante oportunidade para renovar também a identidade visual e o design das embalagens. Momentos de adequação às novas normas vigentes também são oportunidades de atualização.

Aí entra a relevância do Design: atrair o consumidor para, num segundo olhar, ele ir mais fundo nos detalhes e identificaas informações nutricionais. Quanto mais honesta e verdadeira for a embalagem, mais poderemos fazer a escolha correta, de acordo com os nossos parâmetros.

Palmas para a Anvisa e lupa nas embalagens!